quarta-feira, 30 de maio de 2018

Estudante – o referencial do amanhã.

07:41 0 Comentários

Não há aquele que após encerrar e dar um tempo em sua vida de estudos, ainda sim, mantenha consigo e compartilhe pelo resto de sua vida, momentos, acontecimentos e histórias vividas no parquinho, escola, faculdade, cursos técnicos, enfim nos ambientes do qual tenha dado o melhor de si. 
Grande é alegria dos pais ao verem seus filhos em seu primeiro dia de aula, a conquista do primeiro diploma, a realização do passar em determinado curso e faculdade. E até mesmo as situações de frio na barriga, desespero pelo concluir de um trabalho e choro por não ter alçado metas, fazem parte.
Muito mais do que se sentar em uma carteira, perder horas e mais horas de sono, ler inúmeros livros, escrever e digitar diversas páginas, viajar até outras cidades, deixar de participar de festas, dedicar grande parte de seu tempo, a vida de um estudante, tem início e só é mantida com grande perspectiva e boa qualidade dos resultados, quando o mesmo se sente bem.
Além de manter todo o desejo de se enfatizar, toda essa uma vida de estudante, o teu físico, teu interior, os seus desejos, a tua preparação para enfrentar o desconhecido, devem estar em profunda e linear harmonia. Estando assim apto para recomeçar sempre que preciso e deixando a vontade de desistir, diante a obstáculos da vida.
Ivaneide dos Santos Pereira, da Escola Municipal de São Pedro, diz – “Ser estudante para mim é pensar no amanhã com dignidade e contribuir para melhoria do nosso País. Estudando a gente cresce e aprende como conduzir com carinho cada situação da vida por mais difícil que seja. Ser estudante para mim é motivo de muito orgulho. Cada dia que venho à escola aprendo mais coisas importantes. Se todos pensassem assim o nosso País teria muito mais Progresso”.
Para que você não perca sua vontade de estudar, a perseverança em seus projetos, a vontade de seguir sempre em frente conquistando cada vez mais com um equilíbrio interior dia a dia mais renovado, conheça e use de forma saudável, proporcionando bem-estar, o Floral em Gotas Estudante.

Adquira em nossa Loja Virtual www.laflorais.com.br


terça-feira, 22 de maio de 2018

Gripe e Alergias – um sufocar passageiro.

06:31 0 Comentários
Dias com temperaturas mais baixas, aquele friozinho que deixa todo mundo com mais preguiça, a cama que te convida a ficar mais tempo nela, o filme, série da Netflix, acompanhado de uma boa pipoca com aquele chocolate quente, a casa toda fechada, bem quentinha. São essas e outras coisas que adoramos fazer, principalmente no outono e mais ainda no inverno.

Porém, não podemos nos descuidar e estar sempre atentos para eventuais problemas, voltados a nossa saúde, se façam presentes, como gripe e alergias. Duas doenças que por certo intervalo de tempo, nos sufocam, deixando-nos um pouco cabisbaixos.
Muito além, mas não distante da realidade em que vivemos, fora os remédios com doses fortíssimas, os manipulados, as famosas “drogas” que compramos a partir de receituários e até por conta própria, podem ser substituídos, claro a partir do comprometimento de cada um, pelos remédios caseiros e por florais, tudo vindo da nossa terra, proporcionando a nós mesmos a cura e energia do natural.

O único problema, sendo ele mais uma dúvida é diferenciar a gripe de uma alergia, dois casos muito parecidos que são confundidos, levando-se assim um maior tempo de tratamento, não por conta do que está sendo usado no combate, mas sim por falta de conhecimento.

Simonides Carriço, chefe do serviço de alergia do Hospital Federal da Lagoa, vinculado ao Ministério da Saúde, explica quais são as diferenças - "Alergia respiratória se caracteriza por coriza, espirros, obstrução nasal, coceira no nariz. Normalmente ela vem sem febre, ao passo que o estado gripal é um pouco diferente até do resfriado comum, aquele resfriado que você tem um quadro muito semelhante ao da alergia. Mas o estado gripal ele vem com febre, queda do estado geral, dores no corpo, e mais todos os sintomas iguais ao da rinite."

Fica então, por responsabilidade de cada um, ir em busca, já nos primeiros sintomas, da cura desses problemas que aparecem nessas épocas do ano. Usando do natural, você poderá curtir numa boa, com maior tranquilidade e bem-estar tudo que esse tempinho aconchegante nos oferece.

Adquira seu Floral em Gotas - Gripe e Alergias em nossa Loja Virtual: www.laflorais.com.br


segunda-feira, 14 de maio de 2018

Ho'oponopono, manual de instruções.

20:42 0 Comentários
A fórmula de Ho'oponopono:
"Sinto muito, me perdoe, sou grato, te amo!"

O que querem dizer essas palavras?
""Sinto muito" é reconhecer a sua criação.
"Me perdoe" porque eu não sabia que tinha isso dentro de mim.
"Sou grato" por me permitir limpar todas as memorias.
"Te amo" amo você, minha Divindade Interior - poderíamos dizer: "Eu me amo".

Quando dizer essa fórmula?
Quando você estiver diante de um conflito, uma reação violenta, um acidente, um trauma, tudo o que despertar em você uma emoção forte e negativa.

Como dizê-la?
Em voz alta ou baixa, mentalmente.

A que você está se dirigindo quando diz esta frase?
A si mesmo, à sua Divindade Interior, aos seus protetores, ao Universo, à Deus.

Você pode fazer prevenção com ela?
Você pode dizer a fórmula "Sinto muito, me perdoe, sou grato, te amo" mesmo quando não estiver sentindo nenhum conflito em especial. Isto permite apagar as memórias que surgiram sem você perceber. Certas pessoas recitam a fórmula como um mantra durante uma caminhada, uma corrida ou um passeio de bicicleta.

Você pode dizê-la durante um acontecimento feliz?
Sim, você tem à sua disposição uma ferramenta que lhe permite colocar o seu ego em repouso e viver a alegria plenamente, com toda a humildade.

Você pode fazer Ho'oponopono na frente da televisão?
Você pode fazer Ho'oponopono diante de tudo o que despertar em você emoções negativas: pode ser na frente da internet, telefone, televisão ou escutando rádio.

É preciso dizer todas as palavras da fórmula?
Quando você começar a praticar o Ho'oponopono, tire um tempinho para dizer a fórmula em sua integridade até ter integrado a sensação de cada palavra. Em seguida: "Sou grato, eu te amo" podem bastar.

O que acontece depois?
A calma chega. Você não alimenta expectativas com relação ao que vai acontecer, pois o Ho'oponopono consiste, antes de tudo, em alcançar a paz interior.

(Extraído de: O grande livro do Ho'oponopono - Sabedoria Havaiana de Cura)


quinta-feira, 10 de maio de 2018

Ansiedade – o atraso de bons pensamentos.

11:46 0 Comentários
Hoje, já não se espera mais para que determinado evento, situação ou ação se concretize ou ao menos venha primeiramente acontecer. Estar conectado 24 horas, tempo mínimo para a maioria das pessoas, tem maior importância do que se esperar. Por mais que não se é percebido a Era da Informação e Conhecimento, estão se fazendo presentes, cada vez mais rápidos, por meio da internet, meio do qual está tornando as pessoas menos pensantes.

Para o Dr. Augusto Cury, médico psiquiatra, psicoterapeuta, pesquisador e escritor dos quais seus trabalhos são reconhecidos nacionalmente e internacionalmente, nos alerta que - “Sem perceber, a sociedade moderna – consumista, rápida e estressante – alterou algo que deveria ser inviolável: o ritmo de construção de pensamentos. Isso gerou consequências seríssimas para a saúde emocional, o prazer de viver, o desenvolvimento da inteligência, a criatividade e a sustentabilidade das relações sociais”.

Pessoas que por não quererem mais esperar, criando a necessidade de tudo pronto o mais rápido possível, deixam assim de viver o presente momento, tornando-as si próprias o mal que as levam a adoece, afetando o emocional, psicológico e intelectual, em suma, a saúde mental.

Já se torna comum no dia a dia, sentir uma dor de cabeça ou até mesmo dores musculares, que são deixadas de lado para que outras coisas mundanas, das quais as pessoas julgam mais importantes do que a própria saúde e bem-estar de si mesmas. Além desses sintomas, temos:

• sofrimento por antecipação (“pré-ocupação”);

• mente inquieta ou agitada;

• irritabilidade;

• insatisfação;

• insônia;

• déficit de atenção e de memória;

• dificuldade de estabelecer rotinas;

• dificuldade de lidar com pessoas “lentas”;

• tudo tem que ser rápido.

Quantos não passam e até mesmo vivem diariamente essas situações, tomando para si que está tudo normal, sendo assim que devem viver e seguir. Parando somente quando chegam a fases, onde já não tem mais o controle de si próprias, como por exemplo, a depressão.

Antes mesmo que se tenha a intervenção de especialistas, médicos, uso de remédios controlados, coisas que utilizam de todo um processo mais complicado, simples ações podem não só ajudar, mas sim de forma mais tranquila e menos radical, ir aos poucos banindo a ansiedade.

Viver o presente momento, estando com pessoas que gosta, fazendo coisas que já não faz por pensar que não tem tempo; controlar e saber dividir o que se restringe ao trabalho e a vida social; praticar a própria respiração, com exercícios musculares, vindo a juntar tudo isso em aulas de yoga.

Enfim viver cada segundo que é proporcionado de maneira própria, claro seguindo o que é pedido, mas nunca deixando-se de ser único e através deste modo de viver mostrando e ajudando os outros a viverem também desta maneira.


quinta-feira, 3 de maio de 2018

O Desmascarar de Mentiras – a realidade da Depressão

11:56 0 Comentários
Trazer à tona, expondo para as pessoas, uma realidade guardada dentro de um ser, a qual não é visível aos olhos de todos, não é uma fácil e doce missão e sim uma dolorosa e amarga batalha a ser vencida.

Muito mais que correr para descobrirem a cura da depressão, é preciso antes de mais nada entender com o que está lidando, na sociedade, nos tempos em que vivemos é muito mais prático, ter mais status e se dar maior ênfase para prováveis problemas que ainda irão se desenvolver do que para aqueles que já se fazem presentes desde o passado.

Não basta chegar em uma conversa de amigos, família e falar, jogando da boca para fora que – “depressão é coisa de quem não tem o que fazer” ou simplesmente querer levar as pessoas que se mostram depressivas à psiquiatras, psicólogos, clínicos gerais, ao vidente, para igreja, ao centro espírita, no candomblé e até mesmo como de forma normal excluí-las totalmente.

Num mundo do qual a todo momento é falado, transmitido, mostrado, ensinado sobre ações para assim o tornar cada dia melhor, nada irá mudar, antes mesmo que as pessoas mudem e assim ajudem a mudar o seu próximo. Não precisando assim gastar com nada e sim simplesmente ouvir, dar ao menos alguns minutos de atenção.

Por mais natural que seja, sendo ainda uma grande questão a ser analisada com maior cuidado é a diferença de estar com depressão e estar triste. Podem assim parecer e atuarem de formas praticamente iguais, mas para aqueles que as estão vivendo, tudo se faz diferente.

A depressão de forma interina, torna a pessoa um fantoche, onde o consciente vai sendo coberto, como uma venda nos olhos, para tudo e todos, vai aos poucos perdendo ainda mais seus comandos, vontades e decisões próprias, ficando estacionadas em um ponto que tudo parece normal. Porém estão enganadas e assim não por quererem, mas por não saberem lidar com tudo isso e terem medo de se expressar para outros, onde os demais não a entenderem, vão ficando presas consigo mesmas.

Fica a missão e o dever de cada um, em sua simplicidade com muita paz, amor e alegria ao estarem com essas pessoas e de forma ainda melhor procurarem essas pessoas, antes de questionar e julgar, ouvir e dar um ombro amigo, mesmo que em silêncio, para que possam encontrar o conforto.

Aqui você encontra o Equilíbrio, visite-nos: www.laflorais.com.br